Pular para o conteúdo principal

Artéria Arte em Circulação entrevista o ator e diretor Ítalo Jonas

A página Artéria Arte Em Circulação entrevistou o diretor e escritor do espetáculo "A Princesa Dara e o Sapo Que Fala". A matéria original pode ser acessada clicando aqui.
TEATRO INFANTIL EM CAMPINAS

Este mês de maio está em cartaz a peça "A Princesa Dara e o Sapo que fala", em Campinas/SP. A Artéria fez uma entrevista como diretor  Ítalo Jonas. Confira abaixo o lindo espetáculo que está te esperando nos dias 18 e 19 de maio!

Artéria: Quem faz parte da Cia?

Ítalo: A Cia é formada por ex-alunos do curso de teatro idealizado e oferecido pelo coletivo Usina Geradora na Estação Cultura de Campinas, durante os anos de 2015 a 2018. Com exceção de Felipe, os demais integrantes também estiveram juntos em oficinas teatrais realizadas pela EMCEA, Escola Municipal de Cultura e Arte de Campinas, que originaram diversos espetáculos musicais, como “Grease”, “A Bela e Fera” e “Romeu e Julieta Na Era do Soul”.

Artéria: Como surgiu o espetáculo?

Ítalo: A ideia para o espetáculo surgiu por meio de dois pilares: Primeiro veio da vontade de contar uma história que se passasse em um reino africano, em trazer a cultura africana, com toda sua beleza, cores e ritmos, para o foco. Crescemos ouvindo muitas histórias infantis e contos de fadas que se passam em reinos europeus e até mesmo em outras partes do mundo, mas temos pouco sobre a África. Isso faz muita falta! As crianças precisam conhecer mais sobre esse país, seus representantes e principalmente, sobre sua história. Paralelo a isso, a vontade de fazer uma releitura de um dos clássicos dos irmãos Grimm “O Rei Sapo”. Assim, esses dois universos se chocaram e originaram uma história totalmente nova, que se passa em um reino africano onde o “girl power” prevalece. Nesse reino, são rainhas que mandam, não os reis, isso é muito interessante.

Artéria: Qual sua formação e função na cia?

Ítalo: Hoje sou ator e roteirista, apesar da minha primeira formação ser em Ciência da Computação. Na Cia, eu escrevo as peças, participo de toda a concepção de figurinos, cenários, personagens. Tem o trabalho de produção também, que eu acredito ser o mais difícil, pois são muitos detalhes. Mas não faço tudo isso sozinho, todos da Cia contribuem de maneiras diferentes, cada um ajudando no que sabe fazer de melhor. A Rosangela, por exemplo, montou o cenário do quarto da princesa, o Iuri trabalhou comigo na letra da música de abertura e o Allex compôs comigo a canção “Dentro de Mim”. Nessa peça em especial, faço minha estreia como diretor e tenho um pequeno personagem, escrito para que eu pudesse também estar em cena em alguns momentos.

Artéria: Para que público é o espetáculo?

Ítalo: Apesar de o espetáculo ser voltado ao público infantil, toda a família poderá se identificar com essa história e até mesmo entender alguns paralelos com a nossa realidade. Temos cenas de humor, mas temos também noções de ecologia, por exemplo. Acredito que a melhor parte de tudo isso é que o espetáculo deixa lições que envolvem o poder de mudança, das raízes familiares e do artista que está escondido dentro de cada um.

Artéria: Como a Cia se mantém?

Ítalo: Como a Cia está iniciando esse ano, tivemos que bancar muita coisa, mas sempre temos parceiros e amigos que acreditam nas nossas propostas e estão ao nosso lado, ajudando e contribuindo como podem. Temos por exemplo, a Ana Taglianetti que ouviu a nossa canção e gravou uma base instrumental linda para ela. Outro exemplo é o nosso amigo e fotógrafo, Wesley Bastos. Ele acredita nosso trabalho e para essa peça, ele fez fotos incríveis para divulgação. Nosso objetivo é continuar levando histórias nunca contadas ao público, com textos que promovam o debate e a reflexão de questões sociais e culturais, e quando voltadas ao público infantil, que essas histórias venham de uma forma leve e lúdica. Temos na manga dois novos roteiros, um para uma peça adulta e dramática, que eu escrevi e tenho guardado comigo há quatro anos e uma nova peça infantil, baseada na letra de uma clássica canção dos anos 80. Então, nossos trabalhos estão apenas começando.

Artéria: Onde e quando será apresentado?
Ítalo: O espetáculo será apresentado nos dias 18 e 19 de maio, às 16h, no teatro Carlito Maia, dentro do bosque dos Jequitibás, que é lugar lindo para passear com a família, respirar um ar mais puro e estar mais contato com a natureza. O teatro é coberto, então mesmo se chover, a peça acontece normalmente. Os ingressos podem ser comprados diretamente na bilheteria a partir das 14h nos dias hora da apresentação.


⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀Siga a Cia Kokelinha:

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀Siga a Cia Kokelinha:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀| ©2019 - 2020 Kokelinha Cia de Teatro | ciakokelinha@gmail.com |